Em entrevista a Rui Unas, Luciana Abreu recordou as dificuldades dos dois anos "intensos" de gravações da série "Floribella". "Eu gravava com um esgotamento e uma anemia. Sempre que me sentava adormecia, maquilhavam-me e  adormecia, penteavam-me e  adormecia. Cheguei a almoçar em cinco minutos ou nem isso", contou a atriz no programa online "Maluco Beleza", revelando que chegou a gravar 19 horas por dia.

"Foi muito violento. Não guardo muitas recordações", confessou a protagonista da série da SIC. "A minha vida era acordar às seis da manhã, chegar a casa nove ou dez da noite, às vezes à uma da manhã, ter 40 cenas para decorar para o dia seguinte e acordar outra vez às seis da manhã. Isto tudo durante dois anos", recordou a atriz e cantora.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.