Os primeiros dez episódios contaram a história de Steven Avery, de Wisconsin, que cumpre pena de prisão perpétua por assassinato.

Depois de ter sido condenado a 18 anos de prisão por violação, em 2003 Avery foi libertado e o caso foi encerrado. Em 2005, porém, foi acusado e, em 2007, condenado pela morte de Teresa Halbach, uma jovem de 25 anos.

A série original da Netflix mostra imagens reais usadas como prova e diversas entrevistas para questionar a investigação do homicídio.

No final de 2015, a primeira temporada de "Making a Murderer" esteve nomeada para seis Emmys, incluindo o de melhor documentário.

"Estamos muito agradecidas pela tremenda resposta e apoio à série", afirmaram, em nota, as cineastas Laura Ricciardi e Moira Demos, responsáveis pelos primeiros capítulos e, atualmente, na supervisão dos episódios em produção.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.