Desde a sua estreia em 2016, "Stranger Things" tornou-se num fenómeno global, tendo conquistado mais de 65 prémios e 175 nomeações para vários prémios, incluindo Emmy, Globos de Ouro, Grammy, People’s Choice Awards, MTV Movie & TV Awards, Teen Choice Awards, entre outros.

Nomeada três vezes para os Emmys na categoria de Melhor Série Dramática, a série é um dos títulos mais vistos na Netflix. Com 582 milhões de horas de visualização, a terceira temporada está no segundo lugar do top das séries faladas em inglês. A quarta temporada da série criada pelos irmãos Duffer promete seguir o mesmo caminho, sendo uma das estreias mais aguardadas do semestre.

Em conferência de imprensa que decorreu em Madrid e em que o SAPO Mag participou virtualmente, Natalia Dyer e Charlie Heaton, que fazem parte romântico na série e na vida real, confessam estar entusiasmados com os novos episódios de "Stranger Things". "É a temporada mais sombria e assustadora até agora. Lembro-me de ler os guiões, na primeira vez que nos juntámos para ler, e fiquei 'uau, isto vai ser intenso'", começa por frisar Natalia Dyer, que veste a pele de Nancy Wheeler, durante a apresentação da quarta temporada.

STRANGER THINGS

"Acho também que é temporada a mais desenvolvida. Estamos a aproximar-nos do fim. Com isso em mente, estamos a abrir a cortina em relação a muitos assuntos de Hawkins. Porque é que está tudo a acontecer nas últimas três temporadas? Ou seja, a entrar mais dentro da mitologia. Esta temporada serve para preparar o final", acrescenta Charlie Heaton, ator que interpreta Jonathan Byers na série da Netflix.

"Toda a gente cresceu: os fãs cresceram, os miúdos cresceram"

"É a temporada com a maior diferença, toda a gente cresceu: os fãs cresceram, os miúdos cresceram e, por isso, é mais do que justo que a história tenha crescido", acrescenta o ator. "Os miúdos crescem e com isso criam-se oportunidades para falar de coisas diferentes, novos desafios. Assuntos que, quando eles eram mais novos, não fazia sentido abordar. Eles amadureceram, evoluíram e agora vão enfrentar as dificuldades da vida adolescente", remata a atriz.

Na conferência de imprensa, o ator comparou o crescimento das personagens e dos fãs com o universo de "Harry Potter". "Todos amadureceram. Acho que isto é muito parecido com o que aconteceu em  “Harry Potter”, é o mesmo tipo de processo. Quando as personagens são o motor da série, não podes crescer e perder isso das personagens. É importante ver como as personagens se estão a desenvolver. Além disso, os fãs também cresceram e, por isso, é natural que as personagens e a série também cresça: esta temporada é muito mais escura. Se no início era mais parecido com ‘Os Goonies’ e ‘Conta Comigo’, agora está muito próximo de ‘O Pesadelo Em Elm Street'", defende.

Depois de três anos de espera, os fãs vão finalmente reencontrar Eleven, Will, Mike, Dustin e companhia. No final da terceira temporada, uma batalha no centro comercial Starcourt deixou um rasto de terror e destruição em Hawkins. A braços com o rescaldo do conflito, o grupo de amigos está separado pela primeira vez, e ter de lidar com as complexidades da vida no secundário só tornou as coisas mais difíceis. Nesta fase de maior vulnerabilidade, surge uma nova e aterradora ameaça sobrenatural. Com ela, vem um mistério macabro cuja resolução pode finalmente pôr cobro aos horrores do Mundo Invertido.

"É difícil falar desta temporada e não falar da pandemia. Íamos começar a filmar e de repente começa tudo a acontecer e tivemos de parar. Mas o regresso foi rápido e é preciso dar crédito a quem deu a volta a isso. Mas a forma de filmar foi totalmente diferente. Além disso, é uma temporada maior, com várias narrativas a acontecer ao mesmo tempo", lembra a atriz.

STRANGER THINGS

Com a estreia da primeira parte da quarta temporada, o fim de "Stranger Things" fica mais próximo. "É triste pensar que se está a chegar a um fim. Não consigo imaginar como irá ser rodar a próxima temporada, porque será a última. Terei sempre a sensação de que a cada cena que filmarmos, estaremos mais próximos do fim de ‘Stranger Things’", confessa Charlie Heaton .

"Interpretamos estas personagens há tanto tempo que, no fim, crias uma ligação com elas - é algo muito comum neste mundo. Defendes, apoias e sentes o que elas sentem", acrescenta a atriz.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.