O Dr. Derek Shepherd, vivido por Dempsey desde o início da série, que começou a ser exibida em 2005, teve uma morte heróica ao lutar para salvar a vida das vítimas de um acidente de carro. Depois de ajudar a colocá-las numa ambulância, Shepherd entra no seu carro com destino ao aeroporto e é atropelado por um camião.

A sequência final inclui a cena em que a sua mulher, Meredith Grey, a protagonista interpretada por Ellen Pompeo e que dá título à série, concorda em assinar os papéis que autorizam a desligar os aparelhos que mantinham "McDreamy" vivo.

"Acho que foi chocante, a forma como acontece. Vai ser um episódio poderoso. Mas a vida é mesmo assim", declarou Dempsey à revista Entertainment Weekly. "Estou da digerir a coisa. Faz parte do processo de luto, da experiência pós-Anatomia de Grey", acrescentou.

Dempsey, que no ano passado assinou uma extensão por dois anos do seu contrato, afirmou estar satisfeito com o desenvolvimento da sua personagem. "Foi uma progressão natural da maneira com que a história se desenvolveu. Foi tipo: tudo bem! Foi na hora certa".

A criadora do programa, Shonda Rhimes, disse que nunca imaginou que diria adeus ao amado "McDreamy." "A personagem tornou-se um exemplo significativo - feliz, triste, romântico, sofrido, e sempre verdadeiro - do que as jovens mulheres deveriam exigir do amor moderno. A perda dele será sentida por todos", afirmou num comunicado.

@AFP

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.