Numa entrevista recente a Jimmy Fallon, Will Smith disse que o novo "Bad Boys Para Sempre" era muito bom, mas reconheceu que já teve de fingir quando estava a promover outros filmes.

O primeiro "Bad Boys" é de 1995 e o segundo chegou em 2003, mas o ator defendeu com unhas e dentes a sequela.

"O que tentámos fazer, o que realmente era essencial e importante para mim era não tentar simplesmente fazer os velhos filmes outra vez. Tem de se levar em conta o tempo, tinha de se levar em conta que as personagens teriam evoluído. E a razão para ter levado tanto tempo é que não queria fazê-lo apenas para ganhar dinheiro, tipo 'toda a gente adora sequelas, vamos fazer uma sequela", explicou ao apresentador.

Sobre os 17 anos de demora, reforçou que quis ter a certeza que "Bad Boys Para Sempre" funcionaria nos seus próprios termos para ser uma nova experiência para o público porque não ficou satisfeito com o resultado de outra sequela, "Homens de Negro 3" (2012).

Quando Jimmy Fallon comentou que a expectativa era grande, Will Smith respondeu que o filme era fantástico e, virando-se para o público, acrescentou "Vocês vão adorar".

Assim que as palavras lhe saíram da boca, o ator percebeu que não era a primeira vez que as dizia e entrou em modo de sinceridade.

"Digo isto muitas vezes. Vou ser sincero: às vezes digo que vocês vão adorar e vocês não vão adorar. Porque às vezes eu vi [o filme] e sei que vocês não vão adorar, mas é um filme caro. Mas desta vez... este filme é fora de série, é muito bom", prometeu.

O consenso dos críticos vai no mesmo sentido, destacando como a saga parece ganhar uma nova vida graças à história com uma inesperada ressonância emocional (dentro do género, pelo menos), aliada com as cenas de ação e o regresso do carisma da dupla formada por Will Smith com Martin Lawrence.

"Bad Boys Para Sempre" já está em exibição nos cinemas portugueses.

VEJA O TRAILER.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.