A projeção de "O Livro de Imagem", de Godard, no Cinema Ideal, em Lisboa, na próxima segunda-feira, coincide com a abertura da Noite do Cinema Europeu, que vai decorrer até 07 de dezembro, em 34 cidades de 27 Estados-membros.

Ao todo serão 50 sessões gratuitas, dedicadas a 20 filmes apoiados pelo programa Media da União Europeia, como "Guerra Fria", de Pawel Pawlikowski, "Feliz como Lázaro", de Alice Rohrwacher, e "Uma Mulher em Guerra", de Benedikt Erlingsson.

A sessão em Lisboa, dedicada ao mais recente filme de Jean-Luc Godard, prevê a participação do realizador Pedro Costa, como convidado, e tem início às 21:30.

"O Livro de imagem" é "uma reflexão sobre o cinema e o estado do mundo", sob a ameaça de guerra, e venceu a Palma de Ouro especial, no Festival de Cannes, no passado mês de maio.

Entre outros filmes anunciados para a iniciativa estão “O Outro Lado da Esperança”, de Aki Kaurismäki, "O Sacrifício de um Cervo Sagrado", de Yórgos Lánthimos, “Les filles du soleil”, de Eva Husson, “Rojo”, de Benjamin Naishtat, “Girl”, de Lukas Dhont, "Utoya 22 de julho", de Erik Poppe, que também serão alvo de projeções gratuitas, em cidades como Madrid, Barcelona, Dublin, Paris, Nantes, Roma, Milão, Hamburgo, Berlim, Praga, Estocolmo, Copenhaga, Helsínquia, Varsóvia ou Vilnius.

O Cinema Ideal, em Lisboa, é a única sala portuguesa, da rede Europa Cinemas que aparece no mapa da iniciativa.

Lançada no âmbito do programa Europa Creativa Media, que tem apoiado o setor do audiovisual, a Noite do Cinema Europeu tem por objetivo mostrar a contribuição da UE para o setor.

"O cinema é uma parte essencial da nossa rica e diversificada cultura europeia e está a contribuir para reforçar os laços entre as pessoas que sentem a mesma paixão e emoção num filme”, disse a responsável europeia pela Economia e Sociedade Digital, Mariya Gabriel, citada pelo comunicado.

O comissário Tibor Navracsics, responsável pela Educação, Cultura, Juventude e Desporto, disse, citado pelo mesmo comunicado: "Os filmes europeus fazem parte do nosso património cultural que temos celebrado durante todo o ano com o objetivo de torná-lo acessível a todos.

Cada um dos 34 cinemas que participam na iniciativa irá organizar um evento especial à noite. Os filmes foram escolhidos pelos exibidores locais, de modo a adaptar a programação ao seu público.

Todos os cinemas envolvidos pertencem à rede Europa Cinemas, do programa Creative Europe MEDIA, em parceria com o canal Arte.

O apoio direto da Comissão Europeia ao cinema europeu remonta a 1991, com a criação do programa MEDIA, que prevê, entre outras ações, o apoio financeiro à distribuição, fora de seu país de produção.

Todos os anos, em média, mais de 400 filmes são disponibilizados a audiências noutro país europeu, com a ajuda do MEDIA, recorda a Comissão no comunicado hoje divulgado.

Em maio deste ano, a Comissão propôs aumentar o orçamento do programa em quase 30 por cento, no quadro comunitário de 2021-2027.

Newsletter

Os melhores filmes, as séries mais populares e a música que tem mesmo de ouvir. Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.