"Chama-me Pelo Teu Nome" foi o melhor filme de 2017 para a Associação de Críticos de Los Angeles (LAFCA), que é, a par da de Nova Iorque, uma das mais importantes dos EUA.

O filme sobre a história do primeiro amor  de um jovem de 17 anos por outro mais velho, durante um verão inebriante em Itália, reforça assim o estatuto como um dos títulos incontornáveis desta temporada de prémios, ainda que nos 42 anos da história da associação, apenas por nove vezes as suas escolhas tenham coincidido com o principal Óscar.

Tal como aconteceu com os críticos de Nova Iorque, também Timothée Chalamet, repetiu o prémio de Melhor Ator por "Chama-me Pelo Teu Nome" e aqui a estatística é mais favorável: os Óscares seguiram a mesma decisão em 12 das 13 vezes em que as duas organizações fizeram a mesma escolha, só falhando quando preferiram Daniel Day-Lewis por "Gangs de Nova Iorque" em 2002 e a Academia surpreendentemente optou por Adrien Brody por "O Pianista".

Ainda pelo mesmo filme, que estreia a 18 de janeiro em Portugal, Luca Guadagnino também foi distinguido como realizador, prémio partilhado com Guillermo del Toro por "The Shape of Water".

Os críticos de Los Angeles fizeram as suas escolhas no domingo ao longo de mais de quatro horas de deliberações, anunciando também os filmes e atores que ficaram em segundo lugar nas votações.

"The Florida Project" foi o segundo filme mais votado para o principal prémio e James Franco o segundo ator por "Um Desastre de Artista"

Sally Hawkins foi votado a Melhor Atriz por "The Shape of Water", seguida por Frances McDormand por "Três Cartazes à Beira da Estrada".

Nos secundários, as distinções foram para Willem Dafoe ("The Florida Project") e Laurie Metcalf ("Lady Bird"), seguidos respetivamente por Sam Rockwell ("Três Cartazes...") e Mary J. Blige ("Mudbound").

"Foge", outro título favorito da temporada, recebeu o prémio de argumento, novamente com "Três Cartazes..." em segundo lugar.

OUTROS PRÉMIOS.

Filme Estrangeiro: empate entre "120 Batimentos por Minuto" e "Loveless"

Filme de Animação: "The Breadwinner" (segundo lugar: "Coco")

Documentário: "Visages, villages" (segundo lugar: "Jane")

Montagem: "Dunkirk" (segundo lugar: "I, Tonya")

Desenho de Produção: "Blade Runner 2049" (segundo lugar: "The Shape of Water")

Banda Sonora: "Linha Fantasma" (segundo lugar: "The Shape of Water")

Fotografia: "The Shape of Water" (segundo lugar: "Blade Runner 2049")

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.