Uma equipa de cientistas da Universidade de Tottori, no Japão, desenvolveu um conjunto de modelos matemáticos que mede os gastos em publicidade antes da estreia do filme e por quanto tempo terá uma fita impacto nas redes sociais.

Usando estes novos modelos, os cientistas conseguiram prever a popularidade de vários sucessos de bilheteira, incluindo
«O Código Da Vinci»,
«Homem Aranha 3» e
«Avatar». As suas previsões foram colocadas lado a lado com os lucros reais que os filmes tiveram, provando que a fórmula funciona.

«Os cálculos podem fornecer uma previsão bastante razoável de quão bem sucedido um filme pode ser antes de ser lançado», pode ler-se num comunicado do Instituto de Física.

A equipa espera aplicar o seu modelo noutros mercados comerciais, como a música online, a fast food, os refrigerantes e a organização de eventos.

O principal autor do estudo, Akira Ishii, disse à AFP que um importante benefício da fórmula foi dar a uma empresa a possibilidade de determinar qual o melhor momento de se investir em publicidade.

«Penso que o nosso modelo é muito genérico. Funcionará em mais países», explicou o físico, acrescentando que espera tornar a fórmula disponível comercialmente.

SAPO com AFP

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.