A 16ª edição do Festival de Cinema de Roma, que decorrerá entre de 14 a 24 de outubro, vai homenagear as mulheres, com 22 realizadoras na secção oficial, entre elas a dominicana Natalia Cabral e a espanhola Clara Roquet, anunciaram os organizadores esta quarta-feira.

"Será o ano do renascimento do cinema. Também convidámos 22 mulheres", disse o diretor artístico, Antonio Monda, que organiza o evento no Auditório de Roma e vários novos cinemas e espaços da capital italiana devidoà COVID-19.

Os célebres cineastas Quentin Tarantino e Tim Burton receberão prémios pelas carreiras, enquanto o novo filme da Marvel, "Eternals", dirigido pela recente vencedora dos Óscares Chloé Zhao e protagonizado por Angeline Jolie, encerrará o festival a 24 de outubro com uma exibição especial.

Entre os convidados para os encontros com o público estão a atriz Fanny Ardant e o cineasta mexicano Alfonso Cuarón, além dos italianos Marco Bellocchio e Luca Guadagnino.

“Queremos uma festa, internacional e muito pop”, prometeu Laura Delli Colli, presidente do festival, que confirmou a secção “Filmes das nossas vidas”, que incluirá títulos que, sem serem considerados obras-primas, voltamos a ver com prazer.

Os 26 filmes da secção oficial vêm de 23 países, entre eles “Mi novia es la revolución”, do mexicano Marcelino Islas Hernández; “Una película sobre parejas”, da dominicana Natalia Cabral e Oriol Estrada, “Libertad”, da espanhola Clara Roquet, e “One second” de Zhang Yimou.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.