Um filme do francês Georges Méliès (1861-1938), intitulado "Match de Prestidigitation", exibido em 1904 no início do cinema mudo e que se acreditava perdido, foi  encontrado no Arquivo Nacional de Cinema (NFA) de Praga.

O filme estava numa bobine oferecida ao NFA por um colecionador checo que não quis ser identificado, afirmou a porta-voz do NFA, Jana Ulipova.

'A bobine do filme tinha o título "Les Transmutations Imperceptibles', outra obra de Méliès, mas o nosso especialista soube imediatamente que se tratava de outro filme', explicou Ulipova.

'Com base numa análise detalhada e nas pesquisas realizadas em vários lugares, como na Biblioteca Nacional da França, podemos afirmar com certeza que se trata de "Match de Prestidigitation", considerado até agora perdido', acrescentou Ulipova.

O filme, que dura dois minutos, mostra um feiticeiro que se torna em dois, competindo entre si com truques de magia até que, no final, se voltam a reconciliar e a tornar-se um só.

"Em breve vamos exibir este filme nas salas de cinema, dentro do projeto de exibição do conjunto da obra de Méliès", afirmou ainda.

O NFA de Praga tem no seu arquivo 22 filmes de Méliès, 'o pai do espetáculo cinematográfico' e inventor de filmes com truques que são os antepassados dos efeitos especiais.

Méliès fez 500 filmes de teor fantástico, mas apenas 40% do conjunto da obra foi conservada. O trabalho mais famoso é "Viagem à Lua" (1902) e a sua paixão pelo cinema inspirou "A Invenção de Hugo" (2012), de Martin Scorsese, onde era interpretado por Ben Kingsley.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.