Tal como sucedeu com
«Halloween»,
«Massacre no Texas» e
«Sexta-Feira 13», também a série de filmes de terror de protagonista carismático que se iniciou em 1984 com
«Pesadelo em Elm Street» está a ser alvo de um «reboot», uma reinvenção para o século XXI. Trata-se de uma tentativa de actualizar as aventuras do assassino de rosto desfigurado e lâminas nas luvas que mata adolescentes nos respectivos sonhos, para, se tudo correr bem, arrancar a partir daí uma nova série de fitas com a personagem.

O filme é produzido pela Platinum Dunes de
Michael Bay, responsáveis pelas novas versões de
«Massacre no Texas» (2003),
«Amityville - A Mansão do Diabo» (2005),
«Terror na Auto-Estrada» (2007) e
«Sexta-Feira 13» (2009).

Atrás das câmaras está
Samuel Bayer, que se estreia aqui na realização de longas-metragens mas tem já carreira extensa na área dos videoclips, e como Freddy Krueger há um novo nome a substituir o de
Robert Englund:
Jackie Earle Haley, que deu recentemente nas vistas como o pedófilo de
«Pecados Íntimos» e o anti-heroi Rorschach de
«Watchmen - Os Guardiões».

O filme tem estreia internacional marcada para final de Abril.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.