«Arena», o seu filme, já tinha vencido o prémio para melhor curta-metragem no
Indie Lisboa, mas
João Salaviza nunca sonhou tão alto. Uma história centrada num homem que se encontrava em prisão domiciliária podia ter tanto de interessante como de polémica. Mas o reconhecimento chegou mesmo e o prémio na competição de Cannes garantiu-lhe imediata atenção por parte dos média e pôs o seu nome nas bocas do mundo.

Por ser mostrada, está a sua próxima curta,
«Rafa», nesta altura em pós-produção, e que deverá estrear ainda este ano.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.