Gerard Butler está confirmado para mais uma missão de proteção a presidentes dos EUA.

Sucendendo a "Assalto à Casa Branca", "Assalto a Londres" e "Assalto ao Poder", esta segunda-feira (9) foi anunciado que a próxima missão do agente secreto Mike Banning se vai chamar "Night Has Fallen".

A rodagem vai avançar no ano que vem na Bulgária com o realizador Ric Roman Waugh, que dirigiu "Assalto ao Poder" e outro sucesso mais recente com o ator, "Greenland - O Último Refúgio".

Não se sabe se vai regressar Morgan Freeman, que, tal como Gerard Butler, entrou nos três filmes.

"Estes filmes não são apenas conduzidos pela ação, mas pelas personagens especiais e os relacionamentos de Mike Banning e os seus amigos, família e inimigos", explicou o estúdio em comunicado.

Tal como aconteceu no terceiro filme, a história vai ser escrita por Waugh com Robert Kamen, mas não há detalhes sobre o que irá acontecer a Mike Banning, que protegeu presidentes, foi incriminado e entretanto se tornou o chefe dos serviços secretos.

No comunicado é prometida "outra jornada cheia destes momentos comoventes e divertidos das personagens, bem como ação única e intensa, e uma viragem sombria de acontecimentos que colocarão este próximo capítulo numa trajetória totalmente inesperada".

Com meios de produção relativamente modestos, a saga "Has Fallen", como é conhecida nos EUA, tornou-se uuma saga cinematográfica de ação bastante lucrativa.

O primeiro filme, "Assalto à Casa Branca", acompanhava um grupo de terroristas que invadia a residência do presidente (Aaron Eckhart) e o aprisionava. A única salvação vinha de um antigo agente dos Serviços Secretos involuntariamente preso no edifício.

As receitas de bilheteira foram de 170,2 milhões de dólares em todo o mundo, tornando-o um sucesso surpreendente na primavera de 2013.

A sequela, que transferia essencialmente a mesma história para a capital inglesa, não teve tanto impacto nos EUA, mas foi um sucesso ainda maior a nível internacional: tudo somado, 205,7 milhões de dólares em 2016.

Em 2019, chegou "Assalto ao Poder", em que Mike Banning passa a ser o perseguido. Apesar de ser o menos lucrativo da saga (133,3 milhões), ainda foi um sucesso comercial por causa do orçamento relativamente modesto de 40 milhões, que justifica agora uma nova missão.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.