Mark Ruffalo não deu esperanças aos fãs de Hulk: a personagem da Marvel não vai ter outro filme como protagonista nos tempos mais próximos. Aliás, ele é muito mais concreto em termos de prazos.

"Hoje quero tornar uma coisa completamente clara: um filme sobre Hulk nunca vai acontecer", disse o ator e atual "Vingador" à revista Variety durante a bienal D23, que apresentou nos últimos dias as novidades da Disney e, por extensão, da Marvel.

"A Universal tem os direitos de um filme com Hulk como protagonista e por alguma razão, eles não sabem trabalhar bem com a Marvel", acrescentou.

"E eles também não querer fazer dinheiro", concluiu com ironia sobre o estúdio.

Ao lado do ator estava Don Cheadle, que é James Rhodes e a Máquina de Guerra na Marvel, que apresentou outra justificação: "Contigo como o novo Hulk, [o filme] seria péssimo".

Na verdade, a situação é complexa: a Marvel tem os direitos de utilização do Hulk pois recebeu-os de volta quando a Universal decidiu não fazer uma sequela de "Hulk", o filme de 2003 realizado por Ang Lee com Eric Bana que foi um fracasso comercial. No entanto, mantém os direitos de distribuição e de "primeira recusa", o que significa que pode decidir se distribui ou não um filme produzido pela Marvel.

É por isso que existe um segundo filme, "O Incrível Hulk", feito pela Marvel em 2008 com Edward Norton, mas distribuído pela Universal, que também não correu bem nas bilheteiras. Foi um raro passo em falso no atual universo cinematográfico da Marvel, mas pelos vistos o suficiente para a Universal fechar as portas a novo projeto de colaboração.

Kevin Feige, o presidente da Marvel Studios que recentemente conseguiu trazer o Homem-Aranha de volta a esse universo em colaboração com a Sony, foi mais cauteloso, afirmando ser uma boa política "nunca dizer nunca".

Por enquanto, Hulk faz a sua parte nos "Vingadores" e regressa em novembro em "Thor: Ragnarök".

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.