"Chus Lampreave morreu esta manhã no hospital Torrecárdenas de Almeria", no sul do Espanha, anunciou a Academia de Cinema espanhola.

A atriz, nascida em 11 de dezembro de 1930 em Madrid, era um dos nomes mais sonantes do cinema espanhol, com quarenta filmes no currículo desde 1958, sob a direção de grandes cineastas como Luis Garcia Berlanga ou Fernando Trueba.

No entanto, os seus maiores sucessos vieram com Pedro Almodóvar, que em 1983 a lançou para a fama com "Negros Hábitos", onde interpretou a irmã Rat, uma freira atípica que escrevia livros sensacionalistas num convento sob um pseudónimo.

A colaboração entre os dois - iniciada com "Pepi, Luci, Bom e Outras Tipas do Grupo" ​​(1980) e "Labirinto de Paixão" (1982) - foi longa e frutífera. Com dez filmes, Lampreave tornou-se a mais fiel das "chicas Almodóvar".

Em 2006 foi premiada no Festival de Cannes pelo seu trabalho em "Volver" junto com as restantes atrizes com quem co-protagonizava o filme: Penélope Cruz, Carmen Maura, Lola Duenas, Blanca Portillo e Yohana Cobo.

"Chus Lampreave foi o tipo de artista que fazia parte da nossa vida, reconhecida e amada por todos que faziam parte da grande família que é a cultura", afirmou o ministro da Cultura espanhol, Inigo Mendez de Vigo, expressando as suas condolências.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.