A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood acabou de divulgar a pré-lista de nove concorrentes ao
Óscar de Melhor Filme Estrangeiro (ou mais correctamente, Melhor Filme em Língua Não Inglesa, uma vez que filmes não norte-americanos falados em inglês estão excluídos), tendo o candidato português
«Aquele Querido Mês de Agosto», de Miguel Gomes, ficado de fora da selecção.

E se isso é algo mais notado em Portugal, no panorama internacional, a maior surpresa é o italiano
«Gomorra» também não ter chegado à pré-selecção a partir da qual serão escolhidos os cinco finalistas.

A pré-lista completa é a seguinte:

«Revanche», de Gotz Spielmann (Áustria)

«The Necessities of Life», de Benoit Pilon (Canadá)

«A Turma», de Laurent Cantet (França)

«O Complexo de Baader Meinhof», de Uli Edel (Alemanha)

«A Valsa com Bashir», de Ari Folman (Israel)

«Departures», de Yojiro Takita (Japão)

«Tear This Heart Out», de Roberto Sneider (México)

«Everlasting Moments», de Jan Troell (Suécia

«Os Três Macacos», de Nuri Bilge Ceylan (Turquia)

Os prémios para o Óscar de Melhor Filme de Língua Não Inglesa são determinados em duas fases, após a recepção dos filmes nomeados ao galardão por cada país.

Numa primeira fase, um comité composto por centenas de membros da Academia sedeados em Los Angeles vê a totalidade dos filmes concorrentes (este ano foram 65), escolhendo uma pré-lista de seis, aos quais são acrescentados outros três pelo Comité Executivo responsável pela categoria.

É com base nestes pré-finalistas que os membros da Academia creditados para tal, em Los Angeles e Nova Iorque, vêem todos os filmes pré-nomeados e votam a lista definitiva.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.