A realizadora Chloé Zhao vai escrever, realizar e produzir um novo filme sobre "Drácula", que será um western de ficção científica futurista.

O projeto para o estúdio Universal é descrito como uma abordagem completamente nova da clássica personagem e das histórias tradicionais e mesmo de adaptações modernas.

Chloé Zhao fez "Nomadland", nomeado recentemente para quatro Globos de Ouro e considerado um dos favoritos na corrida para os Óscares. O filme ganhou o Leão de Ouro no Festival de Veneza, entre outros prémios.

Revelada pela produção do cinema independente chamada "The Rider", Chloé Zhao tinha outro filme que deveria ter estreado em 2020, "Eternals", da Marvel, que foi adiado para o outono deste ano por causa da pandemia.

Esta nova versão de "Drácula" está separada de outra também para a Universal que está a ser preparada pela produtora Blumhouse, famosa pelos filmes de terror, que será realizada por Karyn Kusama, conhecida pelos filmes "O Corpo de Jennifer" (2009), com Megan Fox, e "Destroyer: Ajuste de Contas", com Nicole Kidman.

Recorde-se que a Universal quis criar uma saga chamada "Dark Universe", que traria de volta para os cinemas a Múmia, o Homem Invisível, Drácula, Lobisomem e Noiva de Frankenstein, com atores como Tom Cruise, Russell Crowe, Javier Bardem, Johnny Depp e provavelmente Angelina Jolie.

Tudo ficou em causa com a má reação à nova versão de "A Múmia" com Tom Cruise no verão de 2017, um fracasso de bilheteira apenas parcialmente salvo graças às receitas de bilheteira na China.

Dos planos para o "Dark Universe" pouco mais se falou: a Universal optou por abandonar o ambicioso conceito interligado de monstros e avançar com uma a abordagem individualizada em que realizadores com uma nova visão conseguissem pegar nas personagens clássicas e torná-las relevantes para uma nova geração.

O romance gótico do escritor irlandês Bram Stoker foi editado em 1897 e tem como protagonista o Conde Drácula, que se tornou no vampiro mais conhecido da literatura.

Para Stephen King, "Drácula" é um dos três grandes clássicos do género, a par de "Frankenstein" e "Strange Case of Dr Jekyll and Mr Hyde".

Segundo algumas teorias, a personagem foi inspirada no príncipe Vlad Tepes, que ficou conhecido pela forma cruel como tratava os inimigos.

A história do Conde inspirou várias séries de televisão e filmes.

Em 1931, a história do vampiro tornou-se popular no grande ecrã com o filme realizado por Tod Browning e protagonizado por Béla Lugosi, mas a versão mais mediática no cinema é "Drácula de Bram Stoker", feita em 1992 por Francis Ford Coppola com Gary Oldman.

Mais recentemente, os argumentistas e produtores de "Sherlock", da BBC, voltaram a juntar-se para uma nova série, emitida em janeiro de 2020 no Reino Unido pela BBC e no resto do mundo na Netflix.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.