De acordo com os dados estatísticos do Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA), nos primeiros quatro meses deste ano, contabilizaram-se 3.548.137 espetadores, que comparam com 4.480.406 no mesmo período de 2012. Apesar da queda na assistência ser uma constante desde o início do ano, acentuou-se no mês de abril com uma queda de quase 50%, para 666.992 espetadores.

Esta descida é acompanhada também por uma redução das receitas de bilheteira, de 24 para 18,4 milhões de euros entre janeiro e abril, sendo que no último mês caíram para menos de metade do que no período homólogo (de 7,3 para 3,5 milhões de euros).

A ZON Lusomundo, principal distribuidor, registou nos primeiros quatro meses deste ano uma quebra de 5,6% no número de espetadores e de 11% no volume de vendas para 11 milhões de euros.

No que respeita aos exibidores, a Socorama, que detinha mais de uma centena de salas de cinema em todo o país e abriu um processo de falência por dívidas a fornecedores, liderou as perdas de receitas, com uma redução de 69% face ao mesmo período em 2012, ficando-se pelos 1,1 milhões de euros.

Até abril, o título «Os Croods», um filme de animação, com 248.803 espetadores, foi o mais visto nas salas portuguesas.

Entre os filmes portugueses, o mais visto - apesar de ter tido uma participação minoritária na produção - foi, de acordo com o ICA, «Comboio Noturno para Lisboa».