A sequela de "Gémeos" está pronta para avançar.

Durante um painel no festival South by Southwest, uma conferência à volta de cinema, televisão, música e tecnologia que se realiza por estes dias em Austin, no Texas (EUA), Arnold Schwarzenegger deu as últimas novidades: o argumento está fechado e Eddie Murphy está comprometido com a nova comédia, acrescentando "as coisas engraçadas que acontecem na mistura de esperma".

Isto é, claro, uma referência à ideia original do filme que co-protagonizou com Danny DeVito em 1988, que andava à volta do fracasso de uma experiência genética ambiciosa da qual nasciam dois gémeos que em nada se pareciam e eram separados à nascença: Julius, um gigante muito educado e com um grande coração, imune a influências externas (Schwarzenegger), e Vincent, um baixote ambicioso com um desejo insaciável de mulheres e dinheiro (DeVito).

Desde 2012 que se fala mais a sério de um novo filme, mas foi preciso vencer resistências.

"Os que falavam nisso eram o Danny DeVito e eu. O que é engraçado é que ninguém acreditava [no projeto]. O estúdio não acreditava. Ivan [Reitman, o realizador] não acreditava, ninguém acreditava. Depois, de repente, há dois anos, houve uma mudança de liderança no estúdio e começaram a acreditar. Depois o Ivan olhou para aquilo outra vez e começou a acreditar", explicou Schwarzenegger em abril do ano passado, quando ainda esperava que fosse possível começar a rodagem no outono.

"O Danny e eu sempre andámos à volta da ideia de 'Trigémeos', e que Eddie Murphy devia ser o trigémeo porque é tão diferente de nós — tanto como o Danny era diferente de mim. (...) Portanto, o Danny e o Eddie Murphy e eu — acreditamos nisto a 100%. E depois o Ivan acreditou a 100%", acrescentou.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.