Apesar de dizer que sempre foi realizador,
Vicente Alves do Ó começou a sua carreira como argumentista e, até há bem pouco tempo, era nessa função que era mais reconhecido. Do seu currículo fazem parte os guiões para os telefilmes
«Monsanto» e
«Facas e Anjos» mas também para longas-metragens estreadas em cinema como
«Os Imortais» ou
«Kiss Me».

Em 2010, Vicente dirigiu a sua primeira longa-metragem, que contava também com um argumento seu.
«Quinze Pontos na Alma» reuniu no elenco
Rita Loureiro,
Ivo Canelas ou
Dalila Carmo.

É precisamente
Dalila Carmo quem será a protagonista do próximo filme de
Vicente Alves do Ó. Sim, porque o realizador está neste momento na fase de pós-produção do filme
«A Flor Mais Bela», nada menos do que um biopic sobre a poetisa
Florbela Espanca, que será depois convertido em série e exibido na RTP. O filme deverá estrear lá para o final do ano.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.