Um modesto filme familiar com Awkwafina (a revelação de "Asiáticos Doidos e Ricos") "bateu" os super-heróis da Marvel nas bilheteiras.

Com 2,81 mil milhões de dólares, "Vingadores: Endgame" é o maior sucesso comercial do ano e está a a sete milhões de derrubar "Avatar" da liderança dos filmes que fizeram mais dinheiro nas bilheteiras mundiais.

No entanto, a estreia em apenas quatro salas nos EUA de "The Farewell" no último fim de semana conseguiu a melhor média por sala do ano.

Ou seja, à sua dimensão, os espectadores ainda encheram mais as salas do que aconteceu com o Universo Cinematográfico Marvel.

"The Farewell" arrecadou 351,330 dólares, o que deu uma média por sala de 87,833 dólares. Com 357 milhões de dólares, "Endgame" teve a melhor estreia de sempre nos EUA, mas a média por sala foi de 76,601 dólares.

As causas do sucesso parecem ser a unanimidade positiva dos críticos (isto é, 100% de uma amostra de 96 críticos no site Rotten Tomatoes), um grande apoio nas redes sociais e a ação do movimento #GoldOpen, que apoia filmes centrados na comunidade asiática nos EUA.

A história anda à volta de uma jovem americana de origem chinesa (Awkwafina) a viver em Nova Iorque que viaja relutantemente com a família para passar tempo com a avó na China, a quem foi diagnosticado um cancro terminal nos pulmões. Para além do choque cultural no país dos seus antepassados, ela descobre que foi decidido ocultar à familiar que está doente, o que vai gerar situações caricatas.

Considerada uma forte candidata na próxima temporada de prémios desde a apresentação mundial no festival de Sundance em janeiro, esta comédia dramática vai chegar a mais cinemas americanos no próximo fim de semana e ainda não tem exibição comercial assegurada para o nosso país.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.