Houve um episódio caricato durante a fase de pós produção do décimo filme da saga "Saw", o primeiro a receber reações extremamente positivas dos críticos e que já está nos cinemas dos EUA

A saga está cheia de violência, mas um dos editores é que apanhou um grande susto quando estava a trabalhar nos efeitos sonoros para tornar mais intensa uma cena com Tobin Bell, o intérprete do infame Jigsaw, agora a sequestrar médicos e a enfrentar vigaristas da medicina gananciosos.

Steve Forn estava com o volume muito alto num momento bizarro em que uma das vítimas tem de tentar fugir ou os seus olhos serão sugados por uma espécie de aspirador, mas os vizinhos julgavam que alguém estava mesmo a ser torturado e chamaram as autoridades ao seu local de trabalho em North Hollywood.

"Alguém bateu à porta. Temos o vídeo da câmara de segurança da porta da entrada da polícia a chegar. O Forn abriu e os agentes disseram 'Os vizinhos têm estado a ligar e a dizer que alguém está aqui a ser torturado até à morte", contou o realizador Kevin Greutert ao 'site' NME.

O editor teve de explicar o que estava a fazer e até convidou os polícias a entrarem para ver.

Segundo o relato do realizador, estes riram e disseram que tinham vontade mas, estando tudo esclarecido, tinham de continuar com o seu turno.

"É uma história muito engraçada. Além disso, o Steve é um tipo tão gentil. Só posso a cara dele quando percebeu o que estava a acontecer", disse o realizador de três dos filmes "Saw" e editor de sete, incluindo o primeiro de todos.

"Saw X", que se passa entre os eventos do primeiro e segundo filmes, chega aos cinemas portugueses a 26 de outubro.

TRAILER.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.