De acordo com Paulo Furtado, a música pop-rock nacional nunca esteve tão bem como desde os últimos dez anos, mesmo que o circuito de concertos não seja o melhor.

"Para as bandas rock é um pouco mais complicado tocar em Portugal", continua, dando como exemplo os Wraygunn: "Dos 40 ou 50 teatros a que fomos, há pelos menos uns 15 ou 20 que não nos querem de volta porque acham que o nosso concerto é demasiado violento":

Entrevista e edição @Gonçalo Sá / Câmara @Nuno Lobo e Luís Piçarra

O SAPO Música vai continuar a convidar figuras marcantes das mais diversas áreas do panorama musical português e internacional para que tragam o seu conhecimento e as suas opiniões ao site, enriquecendo-o com a sua experiência e visão do mundo da música.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.