Segundo João Silva, «o programa deste recital abrange diversos contextos históricos e geográficos do panorama da música de câmara ocidental ao longo de um período alargado, no qual se registam diversas mudanças operadas nesse campo a partir do final do século XIX. Concentrando-se em obras para diversas combinações de piano, clarinete e viola de arco, é, igualmente, indicativo das transformações tecnológicas e estéticas que esses instrumentos sofreram ao longo do período referido».

O DSCH – Schostakovich Ensemble resulta do encontro de músicos notáveis, mestres nos seus instrumentos, que se movem por um profundo prazer em fazer música de câmara e por uma cumplicidade artística que os coloca em posição de destaque.

Eis o programa completo:
Wolfgang Amadeus Mozart
Trio para clarinete, viola e piano,
em Mi bemol maior, K. 498, Kegelstatt
I. Andante
II. Menuetto. Trio
III. Allegretto
20 minutos

Francis Poulenc
Sonata para clarinete e piano
I. Allegro tristamente
II. Romanza: Très calme
III. Allegro con fuoco
13 minutos

Franz Schubert
Sonata para arpeggione e piano, D. 821
(trans. para viola)
I. Allegro moderato
II. Adagio
III. Allegretto
24 minutos

Max Bruch
8 peças para clarinete,
viola e piano, op. 83 (excerto)
Allegro con moto
Andante con moto
Allegro vivace, ma non troppo
Melodia Romena: Andante
Moderato
23 minutos

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.