A peça foi composta em 1799, mas descartada um ano depois. O compositor escreveu então um movimento completamente diferente que agora é dado a conhecer aos fãs de música clássica, afirmou Barry Cooper, um professor de música da universidade de Manchester.

Já tinham sido estudadas partes incompletas da peça original, mas até há pouco tempo ninguém se tinha apercebido que era uma peça completa, revelou Cooper.

O professor afirmou ainda que a composição tem uma duração de sensivelmente cinco minutos, e que preencheu as lacunas existentes, introduzindo alguns instrumentos e harmonia.

“A perspetiva de ouvir um trabalho de Beethoven que esteve ausente por 200 anos deverá ser de elevado interesse para qualquer amante da sua música, mesmo que a minha reconstrução possa diferir ligeiramente da peça original” finalizou Cooper.

Paulo Costa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.