O cantor afirmou que ser interrogado sobre a sua sexualidade em diversas entrevistas era “muito doloroso” o que o forçou a adiar a sua revelação.

Martin que se afirmou o ano passado, colocando uma mensagem no seu site oficial onde se podia ler: “Estou orgulhoso de dizer que sou um homem homosexual afortunado”, declarou ao jornal The Guardian: “Odiei quando as pessoas me tentaram forçar a assumir, quando eu ainda não estava preparado. Foi muito doloroso e acabou inclusive por adiar a revelação.”

O artista de “Living La Vida Loca”, tornou-se pai de gémeos em 2008, contratando para o efeito uma “barriga de aluguer”, descreveu o nervosismo sentido quando revelou a sua sexualidade: “Quando carreguei no ‘enviar’, já estava com medo. Fui para o meu quarto, agarrei-me à minha almofada, três minutos depoisliguei a uma grande amiga e disse-lhe: ‘Diz-me o que eles estão a dizer’ e ela na outra linha a chorar: ‘Não imaginas a quantidade de amor que estás a receber’”.

Ricky Martin também revelou o imenso fardo que a sua sexualidade representou durante a sua juventude, declarando: “Se tivesse passado um quarto do tempo que passei a manipular a minha sexualidade, em frente de um piano, por esta altura seria um dos mais talentoso pianistas da minha geração.”

Paulo Costa

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.