Mais do que nunca, as músicas hoje em dia têm um consumo muito rápido e volátil. Muito graças às edições digitais, talvez por isso seja de louvar o que acontece aos Virgem Suta com um disco editado em Junho de 2009, mas que conta já com duas reedições, ambas em 2010, e muitos quilómetros de estrada.

Para Nuno Figueiredo, uma das metades do duo de Beja, “ as músicas foram pensadas com este intuito, não há grandes segredos, apenas a tentativa de um trabalho sério”.

No concerto que deram no festival Delta Tejo a banda voltou a ter em palco a participação especial de Manuela Azevedo. Os membros dizem que a vocalista dos Clã traz uma magia diferente às suas prestações ao vivo. “É certamente um prazer muito grande, para todos nós, partilhar o palco com ela. Traz um colorido que é muito bom”, disse Nuno Figueiredo.

Os Virgem Suta têm estado a tocar com banda, mas também é possível encontrá-los em formato acústico e em duo, o que lhes permite trabalhar as músicas de outra forma.

O novo álbum já está a ser trabalhado e será novamente produzido por Hélder Gonçalves, dos Clã. Quando questionados se são a banda protegida do produtor, eles negam e vêm antes uma relação de amizade. “Ele valoriza-nos como nós nunca nos valorizámos e procura fazer-nos ver isso. Não me consigo ver no papel de protegido, mas sim no papel de amigo”, afirma Jorge Benvinda, a outra metade dos Virgem Suta.

Ainda não há datas previstas para o segundo trabalho de estúdio, no entanto, a banda aponta para a Primavera de 2012. O grupo está calmo, embora entusiasmado, em relação ao novo cd. Será novamente um álbum muito pensado e há desejo que este novo disco tenha cada vez mais canções partilhadas pelos dois elementos dos Virgem Suta.

@Edson Vital

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.