Pouco antes de editar "Thank U, Next", Ariana Grande respondeu a declarações do produtor Ken Ehrilich de que a artista "achava que era tarde" para preparar a atuação de domingo.

"Mantive a minha boca fechada mas agora ele está a mentir sobre mim", escreveu a artista no Twitter ao lado de uma captura de ecrã do artigo da agência Associated Press com as declarações de Ehrilich.

"Posso preparar uma atuação da noite para o dia e você sabe disso, Ken. Foi quando você sufocou a minha criatividade e expressão pessoal que decidi não comparecer", acrescentou. "Espero que a cerimónia seja exatamente o que você queria que fosse e mais. <3".

Grande, de 26 anos, sublinhou que "ofereceu três canções" antes de decidir cancelar a sua participação.

"Trata-se de colaboração, de me sentir apoiada, de arte e honestidade, não de política, não de fazer favores ou de jogar", indicou. "É só um jogo... e sinto muito, isso não é o que a música significa para mim".

Imagens da cantora aparecem em outdoors de Los Angeles de promoção aos Grammys, cuja cerimónia decorre na noite deste domingo.

Grande está nomeada em duas categorias pop: o seu álbum "Sweetener" aspira ao prémio de Melhor álbum vocal de pop, enquanto "God is a Woman" concorre a Melhor performance pop solo.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.