Pouco depois da hora marcada, Russ, rapper, compositor e produtor norte-americano, subiu ao palco da Altice Arena, em Lisboa. Na estreia em Portugal, o músico apresentou "There's Really A Wolf", o seu primeiro álbum​​ que o catapultou para milhões de seguidores em todo o mundo.

O sucesso do rapper nas redes sociais ficou provado no concerto desta quarta-feira, 7 de março. O maior da carreira de Russ, nas palavras do próprio - no total, cerca de 13 mil pessoas juntaram-se para ouvir as canções que somam milhões de reproduções nos serviços de streaming (no Spotify, soma nove milhões de ouvintes mensais).

A festa na Altice Arena começou com "What They Want". A euforia e gritaria foi imediata e todos os presentes entraram sem hesitar na 'onda' (ou vibe, se preferirem) de Russ. Sem grandes pausas, o rapper apresentou uma mão cheia de temas do seu disco, como "Me You", "Yung God" ou "Cherry Hill".

Pelo meio, o rapper ainda deu um cheirinho de "Willy Wonka", tema produzido em conjunto com Paulina e Jafé.

Com o público a saltar freneticamente e no ritmo certo, Russ seguiu viagem com "Maybe", "Pull The Trigger" e "Flip". Um dos primeiros grandes momentos de celebração da noite chegou ao som de "Some Time", um dos últimos singles do rapper, editado no início do ano - foi um bonito momento de comunhão entre o músico e os fãs, que mostraram ter todas as letras bem na ponta da língua.

Ao fim da primeira metade do concerto, ninguém acusava cansaço. "Don' Lie" e "Back To You" serviam quase como uma bateria para a explosão de energia que chegou com "Psycho, Part II". Sem perder o fôlego, o rapper serviu "Ain't Nobody Takin My Baby" para logo depois aumentar os decibéis com "Ride Slow".

"Losin Control" - quem é fã de Russ não duvidará que este foi o momento da noite. Com milhares de smartphones a iluminar a Altice Arena,  o rapper e o público alinharam num dueto, com total sintonia. Muitos casais aproveitaram ainda o momento para celebrar o amor, mas sem lamechices - "She's fallin' in love now/ Losin' control now/ Fightin' the truth / Tryin' to hide (...)" cantaram as 13 mil pessoas e Russ.

Se Adele diz "Hello" no início dos concertos, o rapper despede-se com "Goodbye". Mas depois do adeus e de uma pequena-grande ovação, voltou para "Do It My Self" e "Back To You" - mais uma festa, nem parecia que as 13 mil pessoas tinham passado 90 minutos a saltar e a gritar.

"Foi o maior concerto da minha carreira, f$%&. f%#"% (...) Eu vou voltar a Portugal, eu vou voltar", atirou no final, chamando a mãe a palco.

Durante aproximadamente uma hora e meia, Russ provou o motivo pelo o qual é considerado uma das novas estrelas do rap. Muitos saltos, muito barulho, muito rap, amor e uma grande, grande festa entre o músico e os fãs. Um concerto em que todos ficaram a ganhar. Venham daí mais.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.