"Não tenho ouvido falar de si, Cavaco Silva. Um dia, chega a nossa vez, não é?", escreveu o músico na sua página de Facebook enquanto decorriam as homenagens a Mário Soares. O comentário de Fernando Tordo recebeu várias críticas, tornando-se num dos tópicos de conversa na rede social.

Face aos comentários negativos, o cantor acabou por apagar a publicação no Facebook, esclarecendo depois a frase. "Quem na frase que aqui escrevi ontem conseguiu ler que eu desejava a morte a alguém, que saia já. A porta desta minha página tem uma virtude, como a de todos: está sempre aberta, para entrar e para sair", escreveu.

"Claro que fui eu quem escreveu a frase, e claro que fui eu quem a retirou", confirmou Fernando Tordo.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.