A contratação da empresa Musicalmente, liderada por Paulo Lameiro, foi aprovada hoje pelo executivo e, segundo nota divulgada pela autarquia, terá de desenvolver "uma estratégia cultural para preparação da candidatura", no âmbito de um contrato com vigência até 2021.

O concurso, avança a Câmara, visou a contratação de "uma equipa liderada por um diretor artístico, com elevada experiência, a vários níveis, nomeadamente no âmbito da conceção e produção artística, formação artística, projetos internacionais, entre outros", além de procurar alguém "provido de elevada notoriedade neste contexto".

Paulo Lameiro é diretor artístico na companhia Musicalmente e da Sociedade Artística e Musical dos Pousos (SAMP).

Há 20 anos lançou o projeto Concertos para Bebés, que já deu mais de mil concertos dedicados à primeira infância e famílias, da China ao Brasil, passando por diversos países europeus. Essas produções envolveram mais de uma centena de convidados, como Mário Laginha, Bernardo Sassetti, Pedro Carneiro ou Luísa Sobral.

Segundo o comunicado da autarquia, a contratação da Musicalmente e de Paulo Lameiro é "mais um passo no sentido de concretizar a ambição do município de Leiria de ser Capital Europeia da Cultura em 2027".

Leiria assumiu a intenção de avançar com uma candidatura em 2015 e, desde 2016, que uma equipa liderada por João Bonifácio Serra - que coordenou Guimarães 2012 Capital Europeia da Cultura - e integrando Paulo Lameiro, trabalhava no estudo da candidatura.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.