Um dos atores de "kabuki" mais famosos do Japão foi detido esta terça-feira, 27 de junho, sob suspeita de ajudar no suicídio da sua mãe, depois dos seus pais terem sido encontrados inconscientes na sua casa em maio, informou a polícia.

Ennosuke Ichikawa "alegamente fez uma mulher de 75 anos tomar comprimidos para dormir em casa e morrer de drogas psicoativas, auxiliando, com isso, o seu suicídio" no mês passado, disse a polícia de Tóquio à France-Presse.

Ichikawa, de 47 anos, é uma estrela do teatro clássico japonês e já se apresentou em Londres, Amesterdão e na Ópera de Paris.

Os serviços de emergência encontraram o pai de Ichikawa, de 76 anos e também ator deste tipo de teatro, junto com a mãe, ambos inconscientes, na casa do artista em Tóquio.

Posteriormente, os dois morreram. A polícia também investiga a morte do pai, segundo a imprensa.

De acordo com a agência de notícias Jiji, Ichikawa afirmou que iria "seguir os meus pais e matar-me", numa possível admissão das acusações.

Ele foi encontrado desmaiado na sua casa no mesmo dia, e levado para o hospital, onde foi interrogado.

O suspeito relatou à polícia que a sua família falava sobre morrer e renascer e que, por isso, os seus pais tomavam remédios para dormir, segundo o canal de televisão NHK. Também foi informado que uma aparente nota de suicídio escrita à mão por Ichikawa foi encontrada.

Ichikawa, cujo nome verdadeiro é Takahiko Kinoshi, estreou no teatro "kabuki" na década de 1980 e tornou-se um dos atores mais famosos do país.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.