De acordo com um comunicado publicado hoje na página da autarquia, “a vasta programação cultural transforma-a, também, num grande festival de leitura e da palavra, incluindo exposições, debates, sessões de spokenword, cinema, performance, concertos, apresentações, sessões de autógrafos”.

O evento vai incluir ainda uma homenagem ao escritor portuense Mário Cláudio, vencedor de múltiplos prémios ao longo da carreira enquanto autor publicado que se iniciou em 1969 com o livro de poemas “Ciclo de Cypris”.

Na sexta-feira, termina o período de inscrições para a Feira do Livro do Porto deste ano, depois de em 2015 terem estado presentes cerca de 70 editoras, bem como livreiros, alfarrabistas e instituições distribuídos por 130 pavilhões.

“A Feira do Livro do Porto destina-se a editoras, livreiros, alfarrabistas e instituições ligadas ao livro, contando com o apoio da Biblioteca Almeida Garrett e da Galeria Municipal do Porto. Em 2014 e 2015 recebeu mais de 200 mil visitantes”, recordou a Câmara Municipal.

Em setembro do ano passado, o então vereador da Cultura da Câmara do Porto, Paulo Cunha e Silva, afirmou que o tema da edição de 2016 da Feira do Livro seria a "ligação entre as pessoas" e a forma como estas se vinculam entre si.

De acordo com Paulo Cunha e Silva, falecido em novembro do ano passado, toda a programação pensada para 2016 traduziria as ligações e os vínculos que as pessoas estabelecem.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.