James Cameron falou pela primeira vez sobre os eventos à volta do submarino Titan, que estava desaparecido desde domingo e cuja "implosão catastrófica" que matou os cinco tripulantes foi confirmada esta quinta-feira.

Em declarações à ABC News, o realizador de "Titanic" diz estar "impressionado" com as semelhanças com a tragédia de 1912 depois da descoberta de vestígios do Titan a 500 metros dos destroços do lendário navio, que se afundou durante a viagem inaugural.

"Estou impressionado com a semelhança com o próprio desastre do Titanic, onde o capitão foi repetidamente avisado sobre o gelo à frente do seu navio e ainda assim navegou a toda velocidade num campo de gelo numa noite sem lua e, em consequência, muitas pessoas morreram", disse o realizador de "Titanic".

"E com uma tragédia muito semelhante, onde os avisos foram ignorados para ocorrer exatamente no mesmo local, com todos os mergulhos que acontecem em todo o mundo, acho que é assombro. É realmente surreal", acrescentou.

Cameron mergulhou 33 vezes até aos destroços do navio e conhecia uma das cinco vítimas, o francês Paul-Henri Nargeolet.

"Passei mais tempo no navio do que o capitão naquele dia", recordou.

"Muitas pessoas na comunidade estavam muito preocupadas com este submarino", notou.

"Alguns dos membros mais importantes da comunidade de engenheiros de submersão profunda até escreveram cartas à empresa [OceanGate] a dizer que o que eles estavam a fazer era demasiado experimental para transportar passageiros e que precisava ser certificado e assim por diante", recordou.

"O Paul-Henri Nargeolet, lendário mergulhador, um amigo meu. Conheço o PH há 25 anos e é quase impossível para mim processar que ele tenha morrido tragicamente desta forma", disse.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.