José Cid esteve esta segunda-feira, dia 19 de abril, à conversa com Maria Botelho Moniz e Cláudio Ramos. No programa "Dois às 10", da TVI, o músico revelou que a sua irmã faleceu no passado mês de março.

Na entrevista, o cantor contou que a sua irmã, de 89 anos, não resistiu às sequelas da COVID-19. "No Natal, em casa de família, algumas pessoas estavam contaminadas sem saber. Demorou um mês. É uma morte horrível", frisou José Cid.

"A minha irmã morreu há um mês, a minha querida mana. (...) Era muito nossa amiga", sublinhou. "Ela não morreu com a COVID-19, ela conseguiu sair. Era rija, mas as sequelas foram muito grandes porque ela fumava", contou o músico. "Era a minha mana-mãe", rematou.

"A minha irmã merecia estar vida. Ela estaria hoje a ver este programa. Ela só não gostava que eu cantasse 'Como É Que Um Macaco Gosta de Bananas'. Apoiou-me toda a vida de uma forma incrível", revelou.

Veja aqui o vídeo.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.