Este ano, a S.A. Marionetas fez quatro estreias, nomeadamente, "Alfredo - o colecionador de borboletas" de José Manuel Valbom Gil; "Margens da Batalha: As Mulheres de Aljubarrota" de Elsa Childs; "El Retablo de Maese Pedro", ópera de Manuel de Falla, e "Aljubarrota 1385 – A Batalha”, de Natacha Costa Pereira e Sofia Olivença Vinagre.

“Apesar de ter enfrentado o seu maior desafio como estrutura profissional de marionetas devido à situação criada pela COVID-19, onde viu toda a agenda suspensa até maio”, a companhia de Alcobaça regozija-se por se ter mantido “viva, conseguindo com muita dificuldade superar este interregno e incógnita sobre o seu futuro”, lê-se no comunicado de balanço da atividade, hoje divulgado.

Ao longo de 2022, apresentou nove produções diferentes, em 32 localidades, onde fez 52 apresentações.

A companhia destaca ter estado, em maio, no Museu da Marioneta, em Lisboa, com o projeto “Consonância”, com o pianista e compositor Daniel Bernardes, espetáculo que levou também ao Festival Sementes, em Almada e Loures.

No mesmo mês, com o apoio do Ministério da Cultura, a S.A. Marionetas fez a antestreia do “Alfredo – o colecionador de borboletas”, em Alcobaça, seguindo depois para a Bienal Internacional de Marionetas de Évora.

Em junho, a companhia participou no International Puppet Festival Materinka, em Liberec, na República Checa, onde recebeu o Prémio de Melhor Manipulação, com o “Teatro Dom Roberto”.

De regresso a Portugal, as Marionetes de Alcobaça atuaram em Torres Vedras, Porto, Gondomar, Fundão, Santa Maria da Feira, Foz do Arouce/Lousã, Sintra, Tavira, São Brás de Alportel, Faro, Albufeira, Benedita e Óbidos.

A companhia foi mais uma vez responsável pela organização do festival Marionetas na Cidade, em Alcobaça, que este ano cumpriu a 24.ª edição, e participou na Maratona de Robertos no Museu da Marioneta, em Lisboa, e nas comemorações das Invasões Francesas Encruzilhada do Buçaco, em Penacova e na Lourinhã.

Além dos dois prémios recebidos este ano (o de "Melhor Espetáculo do Público", no MÓ Festival Marionetas e Objetos de Oeiras e o de "Melhor Manipulação, no, na República Checa), a S.A. Marionetas viu ainda o festival "Marionetas na Cidade” nomeado para os Iberian Festival Awards, na categoria “Non Music Festival”.

Mais uma vez, foi também reconhecido com o selo de qualidade europeu EFFE – Europe for Festivals Festivals for Europe.

A S.A. Marionetas – Teatro e Bonecos é uma companhia profissional radicada em Alcobaça, no distrito de Leiria, que, desde 1979, produz originais em português, promovendo e divulgando o teatro de marionetas.

A companhia tem participado em festivais em Portugal e no estrangeiro, tendo representado o país em eventos em Itália, Alemanha, França, Espanha, Inglaterra, País de Gales, Escócia, Itália, República Checa, China, Eslováquia, Macau, Cazaquistão, Indonésia, Coreia do Sul, Turquia, Áustria, Irão, Tailândia.

Já criou perto de meia centena de produções originais, e recebeu dezenas de prémios nacionais e internacionais.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.