No livro “A Construção do Sujeito de Direito em Eça de Queiroz (ou Eça de Queiroz Krausista)”, César Tomé refere que o “krausismo” é um conjunto de princípios do filósofo alemão Karl Christian Friedrich Krause (1781-1832) que defendeu a tolerância doutrinal e a liberdade académica do dogma.

César Tomé realça os antepassados juristas de Eça de Queiroz, filho e neto de juízes, seu pai é José Maria Teixeira de Queiroz, nascido no Brasil em 1820, ainda sob administração da coroa portuguesa. Aos antepassados da jurisprudência, dedica o autor a primeira parte do livro.

A segunda parte da obra, editada pela Guerra & paz, é sobre a formação jurídica, “jusfilosófica” e ideológica de Eça, que se licenciou em Direito em Coimbra, em 1866, passando a exercer advocacia e jornalismo. A terceira parte é totalmente dedicada ao “krausismo em Eça de Queiroz”.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.