Madonna poderá a estrela maior da edição deste ano do Festival Eurovisão da Canção. Segundo o Ynet, um milionário canadiano de origem israelita, Sylvan Adams, está disposto a pagar um milhão de dólares (878 mil euros) para ter a artista no evento.

"Sylvan Adams acredita que a presença de uma artista como Madonna aumentará a exposição mediática do Festival da Eurovisão, e que a sua visita a Israel mostrará a milhões as pessoas maravilhosas a beleza daquele país", disse um sócio do empresário.

De acordo com a imprensa israelita, o contrato com a 'rainha da pop' deverá ser assinado esta semana. "Ela deverá assinar o contrato nos próximos dias", disse uma fonte próxima da organização.

"Estamos em negociações permanentes com a equipa de Madonna", garantiu ainda Danny Ben Naim, CEO e proprietário do COMTEK Group, que colabora com o milionário Sylvan Adams.

O próximo Festival Eurovisão da Canção vai decorrer em maio de 2019 em Telavive, Israel. A 64.ª edição do concurso decorrerá no Centro Internacional de Convenções em Telavive, com as semifinais agendadas para os dias 14 e 16 de maio e a cerimónia da final do concurso musical a 18 de maio.

Telavive acolherá pela primeira vez o evento e , segundo a organização, foi escolhida num processo no qual eram também candidatas as cidades de Jerusalém e Eilat.

Israel recebe o Festival Eurovisão da Canção em 2019 depois de ter vencido a edição deste ano, em Lisboa, com o tema "Toy", interpretado por Netta Barzlilai.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.