O palco Yorn Street Dance, dedicado em exclusivo à dança, é um dos primeiros a ser visto pelos festivaleiros quando passam pelo pórtico de entrada do Parque da Bela Vista e ao início da tarde de hoje eram centenas as pessoas concentradas no local para ver os movimentos dos dançarinos.

Foi o caso dos três amigos Leonardo, Rita e Ana de Lisboa. Assim que chegaram ao recinto foram “atraídos” pela animação deste palco, segundo afirmaram à Lusa.

A par dos dançarinos, estão no palco pessoas do público que levantaram a mão e aceitaram o desafio de dançar perante centenas de pessoas. Quem ganha o desafio, é quem tem mais palmas e “barulho” por parte do público.

“Teriam coragem para subir ao palco e dançar?”, questionámos os três amigos, que responderam em uníssono: “Claro!”.

Quase com a mesma confiança, outras amigas que vem do Montijo, Ana e Rita, admitem que teriam alguma vergonha em subir ao palco e dançar, mas também dizem que estão no RiR Lisboa pela primeira vez e que o objetivo é divertirem-se e esquecer a vergonha.

“É verdade, a vergonha fica no pórtico”, diz Ana.

Mais de longe, Sara e Filipa chegaram hoje de Braga, com mais três amigos, e o objetivo principal do dia é ver o concerto de Bruno Mars.

Junto ao palco Yorn Street Dance, Sara e Filipa olham com atenção o desempenho dos dançarinos que animam e incentivam a pequena multidão concentrada no local.

“É mais ou menos uma inspiração para o concerto de logo à noite”, diz Sara.

Nos intervalos dos concertos, o palco Yorn Street Dance oferece vários espetáculos que envolvem uma equipa de 114 bailarinos.

O norte-americano Bruno Mars é hoje o grande cabeça-de-cartaz do segundo dia do primeiro fim de semana do RiR Lisboa, cujos bilhetes estão esgotados desde abril passado.

O artista de “Uptown Funk”, nascido há 32 anos no Havai, será o último a subir ao Palco Mundo, o palco principal do RiR Lisboa, pelas 23:00.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.