No segundo dia do NOS Alive, Sara Correia foi a grande protagonista do EDP Fado Café. A cantora subiu duas vezes ao palco e não deixou ninguém indiferente.

Com casa cheia nas duas atuações, a fadista foi recebida com uma ovação no concerto das 22h00. Acompanhada por quatro músicos, Sara Correia passeou pelos seus dois primeiros álbuns e homenageou o fado e as suas influências. 

Apesar de agora brilhar em grandes palcos, a artista não esquece as suas origem e em palco recordou as casas de fado no tema dedicado a Alfama. Com “Estranha Forma de Vida”, Sara Correia homenageou “a melhor voz portuguesa de sempre”, Amália Rodrigues. 

Com a “casa de fados” dos NOS Alive totalmente lotada, Sara Correia convidou o público a dançar e a cantar, especialmente ao som de “Quero é Viver”, canção de António Variações que regravou recentemente. 

Mais uma vez, Sara Correia provou porque é que já é um caso sério no fado e na música portuguesa. Com dois álbuns, canções fortes, uma voz poderosa, uma atitude descontraída e uma presença avassaladora em palco, a artista pode estar em qualquer festival ou sala de espetáculos e nunca irá desiludir. 

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.