O concerto é uma homenagem a Aristides de Sousa Mendes (1885-1954), o diplomata português que, em 1940, contrariando ordens do Governo de Lisboa, liderado por António de Oliveira Salazar, autorizou a emissão de vistos de entrada em Portugal, salvando milhares de pessoas da perseguição do regime nazi de Adolf Hitler.

Com direção da maestrina titular da OSP, Joana Carneiro, o concerto tem início às 21:00, e conta com as participações, como solistas, da soprano Francesca Chiejina, da meio-soprano Cátia Moreso, do tenor David Butt Philip e do barítono Luís Rodrigues, assim como do Coro do TNSC, a celebrar 75 anos de existência.

No âmbito dos 25 anos da OSP, no decorrer da temporada, serão estreadas obras dos compositores Luís Tinoco e Ana Seara, e será feita a primeira apresentação moderna do "Te Deum", de Giuseppe Totti.

No dia 25 de novembro, no Centro Cultural de Belém (CCB), é estreada uma nova composição de Luís Tinoco, encomendada pela OSP para a celebração do seu 25.º aniversário.

O concerto terá direção de Joana Carneiro e o programa inclui o Concerto para Violoncelo, de William Walton, e o poema sinfónico “Assim falou Zaratustra”, de Richard Strauss, sendo solista o violoncelista Johannes Moser.

Outra peça encomendada pela OSP, desta vez a Ana Seara, estreia-se no dia 02 de fevereiro de 2019, no TNSC, também sob a direção de Joana Carneiro, num concerto em que será ainda interpretado “L’Infinito (de Quatro Canções Italianas)”, de Pedro Teixeira da Silva, e a "Sinfonia Fantástica", de Hector Berlioz.

Ainda em fevereiro, no dia 15, na Igreja de N.S. do Loreto, em Lisboa, é apresentado, em estreia moderna o "Te Deum", de Giuseppe Totti, sob a direção musical de Marcos Magalhães, com o Coro do TNSC.

Este "Te Deum", do italiano Totti, que residiu em Portugal no final do século XVIII, é também interpretado no âmbito dos 500 anos da edificação daquela igreja no Chiado, em Lisboa.

A OSP tem previsto concertos em Almada, nos arredores de Lisboa, e nas Caldas da Rainha, e prevê participar nos Dias da Música, a 27 e 28 de abril, no Centro Cultural de Belém, na capital, onde, no dia 19 de maio, apresentará um programa dirigido pelo maestro Emil Tabakov, constituído pelo Concerto para Violino em Ré Maior, de Tchaikovsky, e pela Sinfonia n.º 10 em mi menor, de Shostakovich, sendo solista a violinista Esther Yoo.

A OSP assinala ainda a dupla efeméride dos 150 anos do nascimento de Vianna da Motta e os 70 anos da sua morte, apresentando, de autoria do compositor, “Cenas na Montanha”, no dia 22 de fevereiro, no TNSC. O programa deste concerto inclui "Metamorfoses”, de Richard Strauss, e a Sinfonia n.º 3, “Heroica”, de Beethoven.

No passado dia 22 de junho, quando apresentou as temporadas sinfónica, de câmara e lírica, o Teatro Nacional de S. Carlos alertou para o possível anúncio de novas datas e concertos sinfónicos, durante a temporada.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.