Nas galerias do parlamento presenciaram este ato quatro irmãos e a mulher de Zé Pedro, assim como Tim, Kalú, Gui e João Cabeleira, os restantes elementos deste conjunto que marcou o "rock" português, sobretudo ao longo das décadas de 1980 e 1990.

No voto, da autoria de Eduardo Ferro Rodrigues, considera-se que Zé Pedro foi "um dos ícones da cultura popular contemporânea" e "um músico, um divulgador de músicas e de músicos", sendo "um apaixonado pela vida e com uma curiosidade insaciável sobre os movimentos do mundo e as novas tendências do pop e rock".

"Era um homem com qualidades invulgares e com uma generosidade contagiante. Um símbolo de uma geração que se transformou numa referência de todas as gerações", salienta-se no mesmo texto.

Neste voto, entre outros aspetos, faz-se ainda alusão ao facto de o antigo Presidente da República Jorge Sampaio ter condecorado em 2004 os Xutos & Pontapés.

Tudo o que se passa à frente e atrás das câmaras!

Receba o melhor do SAPO Mag, semanalmente, no seu email.

Os temas quentes do cinema, da TV e da música!

Ative as notificações do SAPO Mag.

O que está a dar na TV, no cinema e na música!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOmag nas suas publicações.