A Disney vai aumentar a presença de Baby Yoda na próxima temporada da série "The Mandalorian", que estreia em outubro, disse o CEO da empresa, Bob Iger, esta terça-feira, avançando com a possibilidade de uma série independente - ou spin-off - com a adorável personagem que conquistou as redes sociais.

A produção de ação de baseada no universo de "Star Wars" foi lançada no ano passado na plataforma de streaming de vídeo Disney +, seduzindo críticos e os fãs da saga de ficção científica.

Para "Star Wars, "a prioridade é televisão nos próximos anos", disse o presidente da maior empresa de entretenimento do mundo durante uma teleconferência com analistas financeiros.

Iger frisou que "The Mandalorian" vai aumentar o seu espectro, "incluindo a possibilidade de integrar novas personagens" que por sua vez podem ter as suas próprias séries independentes.

"The Mandalorian" conta a história de um misterioso caça-recompensas interpretado por Pedro Pascal ("A Guerra dos Tronos") que passeia pelas áreas sem lei da galáxia à procura de trabalho mercenário.

Durante a primeira temporada, a personagem principal criou um vínculo com uma pequena e adorável criatura chamada oficialmente "The Child", mas apelidada de Baby Yoda pelos fãs na internet.

A criatura verde inspirou milhares de memes, superando as eleições primárias democratas nos assuntos mais procurados na internet. A personagem "conquistou o mundo", causando "uma recepção sensacional", disse Iger.

"Sabemos que existem grandes expectativas para a gama de produtos Baby Yoda que serão lançados nos próximos meses", acrescentou.

Iger lembrou que outras séries baseadas no universo "Star Wars" estão em preparação, como a que marcará o regresso de Ewan McGregor no papel de Obi-Wan Kenobi, bem como uma "prequela" do filme "Rogue One".

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.