A Motion Picture Association of America (MPAA) anunciou que os processos judiciais iniciados pelos estudos provocaram a suspensão pela justiça canadiana do site Popcorn Time, frequentemente comparado com à gigante do streaming Netflix pelo seu interface simples.

Segundo um comunicado difundido na passada terça-feira, o site YTS também foi fechado, sob ordem judicial na Nova Zelândia.

As duas páginas, segundo a MPAA, "permitiam infringir os direitos autorais em todo o mundo em enorme escala".

"O Popcorn Time e a YTS são plataformas ilegais que existem por uma clara razão: distribuir cópias roubadas de filmes e programas de televisão sem pagar às pessoas que trabalharam para os realizar", disse Chris Dodd, presidente da MPAA.

Os seis estudos que foram à associação americana apresentaram uma ação em um tribunal no Canadá contra três encarregados do Popcorn Time, que recebeu em julho 1,5 milhão de visitas. A justiça ordenou em 16 de outubro fechar o site.

Entretanto, a YTS, que se acredita que tenha recebido 3,4 milhões de visitas em agosto e continha vínculos a 4500 filmes pirateados, foi fechada por um tribunal neozelandês, em virtude de uma medida cautelar, segundo a MPAA.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.