Um grupo de amigos de adolescência na casa dos 35 anos passa sempre as férias de Verão numa casa de praia. Quando um deles tem um brutal acidente e fica em estado de coma, os outros resolvem prosseguir com a tradição anual, só que nesse ano, nada vai ser como dantes. Todos os traumas, ressentimentos, fragilidades e pequenos segredos vão vir lentamente ao cima, forçando-os a confrontarem-se com aquilo em que na realidade se tornaram, por oposição a tudo aquilo que pensaram vir a ser.

Guillaume Canet, ator que se tornou conhecido internacionalmente com «A Praia», assina em
«Pequenas Mentiras Entre Amigos» a sua terceira longa-metragem como realizador (após
«O Meu Ídolo» e
«Não Digas a Ninguém»), a partir de um argumento que também é de sua autoria.

Para esta história de amigos, reuniu também um grupo de amigos, todos eles atores de referência do cinema francês, incluindo a sua esposa,
Marion Cotillard, e ainda
François Cluzet,
Gilles Lellouche,
Jean Dujardin ou
Benoît Magimel, este último distinguido em 2001 com o troféu de Melhor Ator no Festival de Cannes por
«A Pianista» e que interpreta um pai de família que resolve admitir a atração que sente pelo melhor amigo.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.