Com uma carreira de cinco décadas no cinema (duas nomeações para os Óscares), música (três Grammys), televisão (três Emmys) e teatro (um Tony), Bette Midler é, aos 73 anos, uma autêntica lenda viva.

Praticamente ausente do cinema após o sucesso de "O Clube das Divorciadas" (1996), não mostrou grande entusiasmo com a atual oferta da indústria cinematográfica, nomeadamente os filmes da Marvel, durante uma entrevista à Variety.

Bette Midler confirmou que já não lê muitos argumentos e os que aparecem "de vez em quando" não são originais, acrescentando ter pena de não a chamarem para filmes estrangeiros.

A atriz lançou a questão de quando é que as avós vão entrar no mundo dos super-heróis, mostrando-se disponível para ser a "Avó Maravilha", já que "basicamente é o que eles [os estúdios de Hollywood] andam a fazer".

Apesar de acrescentar que aceitaria fazer um filme de super-heróis "desde que não tivesse de trazer o café", revelou a sua famosa sinceridade quando lhe perguntaram se gostava de ver os filmes da Marvel.

"Para dizer a verdade, não gosto. São insuportavelmente altos. Fazem tanto barulho. Realmente não têm diálogos decentes. E há muitas explosões. [...] Não gosto de explosões. Não sou realmente uma fã do cinema de ação. Acho que é realmente para os jovens. Eles gostam de barulho", explicou.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.