O filme "A Fábrica" realizado por Diogo Barbosa, com produção de Alexandre Pinto Lobo, ganhou o prémio internacional de melhor uso do género no Filmapalooza 2020, em Roterdão (Holanda), e conquistou um lugar na seleção oficial do 48 Hour Film Project de Cannes, que decorre de 18 a 22 de maio.

"A competição [Filmapalooza] contou com os 142 melhores filmes de 48 Hour Film Project de todo o mundo. O filme 'A Fábrica' conquistou o prémio de melhor uso do género e um lugar na seleção oficial para Cannes. É a primeira vez que Portugal vai estar presente em Cannes", explicou à agência Lusa Alexandre Pinto Lobo, aludindo a este 'Short Film Corner'.

O 48 Hour Film Project é a maior competição de curtas metragens do mundo com presença em mais de 130 cidades.

Está em Portugal desde 2009 e já foram produzidos mais de 250 filmes em 48 horas em Castelo Branco e em Lisboa.

Os melhores filmes de cada ano são premiados e alguns são selecionados para estar no 'Short Film Corner' durante o festival de Cannes, numa sessão exclusiva do 48 Hour Film Project.

O filme "A Fábrica" venceu o 48 Hour Film Project 2019, realizado em Castelo Branco, e representou a cidade albicastrense na grande final do Filmapalooza 2020, em Roterdão, que terminou no domingo e onde foram anunciados os filmes selecionados para Cannes.

A curta metragem dos albicastrenses Diogo Barbosa e Alexandre Pinto Lobo já foi finalista no Independent Shorts Awards Hollywood, e está nomeada para a melhor curta-metragem de ficção nos Prémios Sophia, da Academia Portuguesa de Cinema.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.