O realizador britânico Michael Apted, famoso pela sua série de documentários "The Up Series", o seu trabalho na saga James Bond e outros aclamados filmes desde a década de 1960, morreu esta sexta-feira (8) aos 79 anos, informou o seu agente sem indicar pormenores.

Michel Apted dirigiu, entre outros, "A Filha do Mineiro" (1980), sobre a vida da cantora "country" Loretta Lynn, que valeu um Óscar à atriz Sissy Spacek, que o confirmou como um dos raros realizadores britânicos capazes de captar histórias profundamente americanas, e "Gorilas na Bruma (1988), com Sigourney Weaver, além de um dos filmes de Pierce Brosnan como James Bond, "007 - O Mundo Não Chega" (1999).

A Filha do Mineiro (1980)

Além de vários documentários, "O Mistério de Gorky Park" (1983), "Coração de Trovão" (1992), "Nell" (1994), "Amazing Grace" (2006) e "As Crónicas de Nárnia: A Viagem do Caminheiro da Alvorada" (2010) foram outros filmes interessantes de uma carreira de altos e baixos em Hollywood, mas quase todos centrados em protagonistas femininas, dilemas éticos e forte mensagem social.

Mas no Reino Unido ficou conhecido, sobretudo, pela monumental e aclamada série documental "Up", na qual registou a cada sete anos a evolução de 14 crianças britânicas de diferentes origens socioeconómicas, desde os sete anos de idade, quando o projeto teve início em 1964, até seus 63 anos: nove episódios, o mais recente dos quais transmitido em junho de 2019.

"Hoje, sentimos tristeza nos nossos corações ao lamentarmos o desaparecimento deste estimado cineasta", salientou em comunicado Thomas Schlamme, o atual diretor do Directors Guild of America (DGA, o sindicado dos realizadores norte-americanos), do qual Michael Apted também foi presidente durante três mandatos consecutivos entre 2003 e 2009.
2003-09.

Quarta, 21: 007 - O Mundo Não Chega + 007 - Goldeneye

"O seu legado ficará para sempre gravado no mundo do cinema e na nossa associação. Um visionário destemido como diretor e incomparável líder de Guild, Michael viu a trajetória das coisas quando outros não o fizeram, e todos nós fomos os beneficiários da sua sabedoria e dedicação ao longo da vida", acrescentou Schlamme, que apelidou o seu antecessor de "visionário destemido" e elogiou a sua "sabedoria" e "inteligência".

“Estamos profundamente tristes com a notícia da morte de Michael Apted”, disse Kevin Lygo, diretor da ITV, canal que transmitiu os documentários "Up".

“A série 'Up' mostrou tudo de bom que a televisão pode dar na sua ambição e na sua capacidade de ser o espelho da sociedade e de entreter as pessoas, ao mesmo tempo que enriquece a nossa perspetiva sobre a condição humana”, acrescentou.

Michael Apted deixa a terceira esposa, Paige Simpson, e três filhos. Um quarto, o editor de som Paul Apted, falecera de cancro em 2014.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.