Juventude em tensão parece ser a especialidade do cinema de Catherine Harwicke, que já tratou o tema nos filmes
«Treze – Inocência Perdida»,
«Os Reis de Dogtown» e o super-êxito
«Crepúsculo». Agora prepara-se para abordá-lo na versão modernizada de uma das peças mais incontornáveis de Shakespeare:
«Hamlet».

O protagonista será
Emile Hirsch, que terá sido quem apresentou o projecto aos produtores
Dan Jinks e
Bruce Cohen e quem teve a ideia de deslocar a história para a América. Hirsch, que já trabalhou com Hardwicke em
«Os Reis de Dogtown», tem tido uma carreira variada que incluiu recenetemente filmes tão diferentes como
«Milk»,
«Speed Racer» e
«O Lado Selvagem».


Ron Nyswaner
, argumentista de
«Filadélfia», está envolvido no projecto e deverá terminar o argumento nos próximos meses.

A história do príncipe dinamarquês já teve há nove anos uma actualização cinematográfica aparentemente nos mesmos moldes,
«Hamlet», de
Michael Almereyda, mas as versões mais populares mantêm-se fiéis ao texto do bardo, nomeadamente as de
Laurence Olivier,
Franco Zeffirelli e
Kenneth Branagh.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.