Este ano, a par da competição de filmes portugueses e estrangeiros, o Córtex contará com uma nova secção competitiva, dedicada apenas a filmes de produção portuguesa com primeira exibição em sala.

A organização selecionou onze produções, entre documentário, ficção e filme experimental, como "Janela", do coletivo espanhol Left Hand Rotation, "Consequência", de Virgínia Barbosa, "The good fight", de Marco Espírito Santo e Miguel Coimbra, e "Verniz", de Clara Jost.

Numa retrospetiva "do que de melhor foi feito no ano anterior", mantêm-se as competições nacional e internacional. Da produção nacional serão mostradas 18 curtas-metragens, algumas já exibidas ou premiadas noutros festivais, como "Agouro", de David Doutel e Vasco Sá, "Entre sombras", de Mónica Santos e Alice Guimarães, e "Onde o verão vai (episódios da juventude)", de Davide Pinheiro Vicente.

O Córtex decorrerá de 3 a 10 de abril no Centro Cultural Olga Cadaval, Sintra, e terá programação também em Lisboa, no Cinema Ideal.

Anteriormente tinha sido anunciada uma retrospetiva do cinema do realizador e artista visual português Gabriel Abrantes, com 15 filmes, entre médias e curtas-metragens, que abrangem uma década de trabalho com a imagem em cinema.

A secção "Hemisfério" será este ano programada pelo festival DocLisboa com oito filmes, entre os quais "Downhill", uma abordagem visual de Miguel Faro à cultura associada ao skate, e "Entrevista com Almiro Vilar da Costa", de Sérgio da Costa e Maya Koza, "Tio Rui", de Mário Macedo, ambos de pendor biográfico e familiar.

Da programação, hoje revelada, fazem parte ainda secções pensadas para escolas do concelho de Sintra e para público em família e dois concertos no MU.SA, de Sequin e Filipe Sambado.

Toda a programação está em festivalcortex.com.

Newsletter

Fique a par de todas as novidades do SAPO Mag. Semanalmente. No seu email.

Notificações

Os temas quentes do cinema, da TV e da música estão nas notificações do SAPO Mag.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.